Janete, Costa do Marfin

M

Marcos

Guest
Venho alertando a todos para que tomem muito cuidado ao receber o seguinte e-mail: [janetevra@live.com]

Recebi este e-mail e ao pesquisar na internet e junto a este r.site, constatei que se trata justamente do tipo de golpe que estelionatários africanos costumam tentar aplicar em pessoas de outros países. Essa suposta (Janete) do e-mail, me contactou através de um site de relacionamentos. À partir de então, estabeleci contato por e-mail com a mesma. Em seu e-mail, a suposta (janete) envia fotos de uma bela moça africana de aproximadamente 24 anos de idade e diz ser de Origem da Costa do Marfim; entretanto, em consequencia da guerra separatista naquela região, os pais foram assassinados e ela se encontra vivendo em pessimas condições em um campo de refugiados do Dakar (Senegal). Janete relata ainda, estar totalmente orfã de família e que vive em companhia de um suposto reverendo. Janete informa um suposto numero de telefone desse reverendo pra que através dele se possa entrar em contato com Janete. O ponto do e-mail onde se levanta qualquer suspeita, é que Janete se contradiz ao dizer que no suposto campo de refugiados onde ela é mantida prisioneira, ela não possui privilegio algum; ao mesmo tempo em que ela diz que o pai deixou-lhe uma herança estimada em mais de 6 milhões de Dólares e pede pra que lhe seja enviado um numero de conta bancária, pra que essa quantia seja depositada. Consequentemente esta quantia seja para custear as despezas com a viagem de Janete até o encontro do seu falso amor; no caso em tela, a vítima e quem recebe o e-mail de Janete.

Considerações:

-Ora, se prisioneiros e refugiados de guerra estão presos e não possuem privilégios, como então teriam acesso a internet e poderiam deixar seus carceres para fazer viagens internacionais?...

"Fiquem atentos, copiem e repassem este e-mail para outras pessoas!"
 
Top